Menu
 


Banner
Participamos do novo filme Star Wars
Publicado em: 10/03/2016

Sim, o título é verdadeiro, mas depende de como você define participação. Estamos em Dubrovnik, na Croácia, onde estão gravando o novo filme da franquia. Considerando que vimos os cenários, toneladas de equipamentos e pessoas do staff em absolutamente todas as ruas da cidade, participamos de alguma forma do filme.

Nós nunca assistimos nenhum da franquia Star Wars, então na prática, essa história de estarem gravando na cidade é um saco, porque não deu para visitar direito e muita coisa está escondida por conta dos cenários montados. De qualquer maneira, a cidade é linda. Tem uma muralha bem grande cercando a parte velha e com o mar em volta o visual fica incrível.

O azar é que tinha muita coisa fechada, incluindo museus e o centro de informações turísticas, por isso não conseguimos muita informação sobre a cidade. Quem sabe numa próxima oportunidade temos a chance de conhecer um pouco melhor.

Split
Antes de Dubrovnik estávamos em Split, outra cidade litorânea da Croácia. Duas coisas chamam muito a atenção por lá: um palácio Diocleciano da época do Império Romano extremamente bem preservado e, em contraste, o quanto a cidade tem um ar moderno, com cafés e bares à beira-mar, lojas de roupas alternativas e muitos jovens pela cidade.

O camping que ficamos foi o melhor da viagem até agora. Uma estrutura muito boa para quem está de motorhome e fica na beira do mar. Mesmo para nós, que de certa forma estamos acostumados com praias bonitas, o visual é impressionantemente bonito. No nosso segundo dia por lá o sol apareceu e esquentou um pouco chegando a uns 15ºC, e várias pessoas estavam curtindo uma praia, e nós congelando cheios de blusas e meias.

Fronteira
Para chegar a Split, tivemos de passar pela fronteira que separa a Bósnia e Herzegovina da Croácia. Foi a aduana mais demorada e tensa até agora. Três policiais entraram dentro do nosso carro e reviraram absolutamente tudo, abrindo armários e gavetas e perguntando várias coisas. Claro que não tínhamos nada errado, mas foi um daqueles momentos que você passa um pouco de medo, porque nunca sabe exatamente como vai ser o comportamento da polícia.

Depois de uma meia hora nos segurando, fomos liberados. Tomara que nas próximas fronteiras seja um pouco mais fácil, como havia sido até ali.


Comentários

Sueli, Teresinha lLma Alves dos Santos • 10/03/2016 às 17:24
CADA VEZ MAIS ESTOU APAIXONADA POR ESTA VIAGEM.

Comentar