Menu
 


Banner
24 horas em Sofia, a capital da Bulgária
Publicado em: 27/03/2016

Sabe quando você gosta de uma cidade sem nem conhecê-la direito? Com Sofia foi assim. Adoramos a cidade logo de cara e, depois de passar um dia inteiro caminhando, gostamos mais ainda.

Tivemos apenas um dia para conhecer tudo e foi bastante cansativo. Fizemos o Free Sofia Tour pela manhã, que é o mesmo esquema dos free walking tour de outras cidades: os guias geralmente são jovens e contam uma série de coisas sobre a história do local enquanto caminham pelos principais pontos. Ao final, você dá a quantia que julga adequada, não há um preço fixo.

Descobrimos que o mesmo pessoal organiza um outro tour, chamado Tour do Comunismo, e resolvemos fazer também. O passeio foi bem focado no período comunista da Romênia, que durou do final da Segunda Guerra Mundial à queda do Muro de Berlim, em 1989. Para quem gosta de história é imperdível. O preço é 10 Euros por pessoa.

Sofia é uma das cidades mais antigas da Europa, com mais de 6 mil anos de história. É impossível aprender sobre tudo num único dia e, infelizmente, não conseguimos ficar mais tempo, porque coisa para fazer aparentemente é o que não falta.

Pelo que vimos é possível comparar um pouco com São Paulo: o trânsito é caótico, o comércio é super variado, tem opções de bares e restaurantes para todo mundo e bairros “temáticos”, para hipsters e gente muito rica, por exemplo.

Tivemos sorte e o dia estava lindo, com sol e uma temperatura bem agradável, por volta dos 17 graus. O clima estava tão legal que fizemos algo que não estamos acostumados: paramos numa praça e ficamos sentados num banco curtindo o sol e vendo as pessoas passeando.

Uma das coisas interessantes é que, mesmo com o trânsito bem ruim, é fácil se locomover de transporte público. A passagem é bem barata, 0,50 Euro, para andar de ônibus, tram ou metrô em uma hora e meia.

Vale a pena ver: prédios antigos da época do comunismo, a catedral Alexandre Nevsky, o antigo palácio real e os vários monumentos em homenagem a personagens históricos.

Uma coisa que descobrimos com o walking tour foi uma igreja super pequena escondida entre vários prédios enormes. Durante o período comunista, as pessoas não podiam expressar sua fé livremente, por isso, construíram a igreja de um jeito que é quase impossível de ver.

Almoçamos num restaurante incrível de comida búlgara chamado Mehana Izbata. Ele fica num subsolo e é difícil de encontrar se você não conhece – quem nos indicou foi o guia do tour. Tanto a comida quanto os vinhos locais são muito gostosos. O preço também foi bom: entrada, dois pratos principais, sobremesa, meia garrafa de vinho e água custou 30 Euros.

Por mais dicas de lugares e coisas que a gente possa dar, Sofia é uma cidade para cada um conhecer do seu jeito, caminhando pelas ruas e avenidas e curtindo tudo que ela tem a oferecer. Até agora, foi uma das cidades que mais gostamos nesta viagem.


Comentários

Sueli, Teresinha lLma Alves dos Santos • 27/03/2016 às 17:14
De fato a capital é linda,mas as fotos com legendas são rápidas necessitei voltar duas vezes para conseguir ler e aprecia-las,bem pode ser que a minha dificuldade de visão tenha sido a causa.Gostaria de obter mais detalhes do Palácio, pois na minha juventude curti a expectativa do lançamento depois do primeiro filme de Sissi o lançamento dos outros dois que davam continuidade a vida da Imperatriz Sissi..Parabéns por mais está etapa,aguardarei a próxima reportagem

Comentar