Menu
 


Banner
Fim da primeira parte da viagem
Publicado em: 22/06/2016

Quatro meses e mais de 14 mil quilômetros depois, chegamos ao fim da primeira parte da nossa viagem de motorhome pela Europa. Foram 27 países e mais de 100 cidades desde o dia em que saímos do Brasil, mais precisamente em 17 de fevereiro.

Hoje, 22 de junho, estamos em Stuttgart, na Alemanha, nos preparando para pegar um vôo rumo a Edimburgo, na Escócia, onde pegaremos outro motorhome para conhecer o Reino Unido. Achamos que é bom momento para fazer uma retrospectiva de tudo o que aconteceu.

Com certeza, as coisas mais importantes jamais serão escritas nem foram fotografadas. Passar tanto tempo na estrada, vivendo dentro de um carro num espaço reduzido ensinou muita coisa para nós, em todos os aspectos que vocês possam imaginar. Além de tudo isso, ficar juntos 24 horas do tempo como um casal também foi um verdadeiro desafio e aprendizado – claro que com algumas brigas pelo caminho.

Se tivéssemos de dar apenas um veredicto sobre a viagem, com certeza – e obviamente – seria que vale muito a pena viajar com o motorhome pela Europa. O único porém, ou melhor, os dois únicos, são o tamanho do carro e o período escolhido.

Para qualquer pessoa que estiver pensando em alugar um motorhome, é fundamental escolher um carro não muito grande para evitar problemas com estacionamentos e falta de espaço em geral. Segundo: dê preferência para viajar na alta temporada, independentemente de onde você for, principalmente para pegar todos os campings abertos e ter uma estrutura melhor à disposição.

Em relação aos lugares em si é praticamente impossível escolher apenas um, ou mesmo fazer uma lista daqueles que mais gostamos. Dois países, com certeza, tiraríamos da lista se essa viagem fosse acontecer novamente: Albânia e Montenegro. Talvez não seja problema dos lugares, mas nossa experiência em ambos não foi das melhores, então poderiam ficar fora de um roteiro. Os demais, faríamos tudo de novo.

Foram muitas histórias, pessoas, comidas e experiências diferentes para contarmos tudo de novo. Tentamos publicar posts sobre a maioria dos lugares aqui no blog, no Facebook e no Instagram, mas um monte de coisa ficou de fora.

Até porque não existe lente fotográfica ou palavras – seja qual for o idioma – para captar e descrever alguns sentimentos ou paisagens pelas quais passamos. Infelizmente, ou felizmente, essas estão apenas nas nossas memórias e nunca conseguiremos compartilhar com as pessoas – talvez não da maneira como eles realmente merecem.

Enfim, ainda temos quase dois meses de viagem pelo Reino Unido e acreditamos que ainda há muita coisa para acontecer. Na medida do possível, continuaremos publicando sobre essa jornada.

De qualquer maneira, muito obrigado a todos que estão acompanhando, e viajando conosco, até agora.

Até o próximo post.


Comentários

Este post ainda não recebeu nenhum comentário. Seja o primeiro!

Comentar