Menu
 


Banner
Cambará do Sul
Publicado em: 25/03/2018

Pesquisar fotos dos lugares que pretendemos conhecer é um dos primeiros passos para definirmos nossos roteiros. Às vezes dá certo, porque o lugar é exatamente ou até melhor que a imagem na internet. Outras nem tanto e chegamos à conclusão de que tem gente muito boa em Photoshop por aí. A cidade de Cambará do Sul e o hotel Parador Casa da Montanha, ambos no Rio Grande do Sul, felizmente, enquadram-se no primeiro caso.

Voamos de São Paulo até Porto Alegre e, de lá, pegamos um carro até Cambará. O trajeto dura aproximadamente 4 horas, portanto, considerando o voo e tudo o mais, gasta-se praticamente um dia para chegar e outro para voltar - cálculo importante se você tiver um roteiro apertado.

O Parador Casa da Montanha faz parte de uma associação, chamada Roteiros de Charme, com 70 membros espalhados por todo o País. São hotéis, pousadas e refúgios ecológicos com propostas bem integradas às cidades onde estão instalados e um padrão semelhante de instalações, todos construídos com base no conceito de hotel boutique, aliando luxo com altíssima qualidade dos serviços e responsabilidade ambiental.

O Parador da Montanha fica num local muito bonito, rodeado de muito verde e um riacho. Os quartos são o palco perfeito para ver o sol indo embora - sem dúvida um dos mais bonitos que já vimos.

Os quartos são de madeira e lona, semelhante a barracas. Nem todos têm chuveiro, portanto, para tomar banho é necessário utilizar um vestiário coletivo. A vantagem é que pelo menos todos têm lavabo e calefação, essencial para os dias mais frios.

As barracas mais luxuosas, entretanto, têm, além do chuveiro, uma sacada com hidromassagem e uma vista ainda mais privilegiada do espaço onde o hotel foi construído.

O Parador tem um restaurante bem gostoso, o que facilita bastante a vida do hóspede, porque são mais ou menos 10 quilômetros até a vila mais próxima. A distância não é muito longa, mas a estrada é basicamente de pedra e cascalho tornando-se impossível dirigir muito rápido.

Aos finais de semana, o restaurante prepara o famoso churrasco fogo de chão, sem dúvida um dos pontos altos da viagem. A costela começa a assar por volta das 7 horas e fica pronta para o almoço. O sabor e a textura da carne são incríveis e é impossível descrevê-los em palavras.

Outro ponto bem interessante do Parador é o spa. Em parceria com a L`occitane, são oferecidas vários tipos de massagens e tratamentos estéticos.

A equipe do hotel é extremamente bem treinada e estão sempre à disposição para esclarecer dúvidas, auxiliar com os passeios e trazer um chimarrão quente a qualquer hora, servido sem cobrança adicional para os hóspedes.

Região

Cambará do Sul e arredores são conhecidos pelos cânions, que estão dentro do Parque Nacional Aparados da Serra.

Por conta do famosos churrasco gaúcho e completa impossibilidade de fazer qualquer passeio depois de comer tanto, acabamos conseguindo visitar apenas um dos cânions, o Itaimbezinho. O acesso é um pouco demorado, graças à estrada de pedra e cascalho. Mesmo com um 4x4 é impossível acelerar.

Para chegar ao cânion é necessário caminhar mais 30 minutos por uma trilha. No dia em que fizemos a visita a temperatura estava em torno de 22Cº, mas o vento era muito intenso.

As formações rochosas são uma das maiores e mais bonitas do Brasil. É realmente impressionante a altura e a vista lá de cima - é possível ver até o litoral do Rio Grande do Sul. A dica é fazer o passeio com algum guia, porque não há nenhum tipo de informação para o turista.

Além dos cânions, fizemos um passeio chamado Circuito das Águas, que é basicamente ficar umas 4 horas rodando dentro de um 4x4 pelas estradas de pedra e cascalho da região. A paisagem é bem bonita e o ponto alto é quanto o carro chega bem perto da cachoeira dos Venâncios. A água chega quase à altura do vidro e, para quem não está habituado, é um momento meio tenso.

O hotel oferece ainda um pequeno tour a cavalo pela propriedade, guiado por um verdadeiro gaúcho, com direito a bombacha e chimarrão. Ele, inclusive, é o dono da área onde o hotel está instalado e gosta de uma boa prosa, contando várias histórias durante o passeio.

Se você prefere algo mais radical, o hotel aluga quadriciclos.


Comentários

Este post ainda não recebeu nenhum comentário. Seja o primeiro!

Comentar