Menu
 


Banner
Um final de semana em Montevideo
Publicado em: 01/04/2018

Querem um bom destino para um final de semana? Vá para a capital do Uruguai, Montevideo! É uma cidade segura e pequena, mas vale muito a pena pela carne, vinhos, alfajores e doce de leite.

Ficamos duas noites e conseguimos fazer o achamos que era o mais importante, considerando o pouco tempo.

Uma visita obrigatória: a vinícola Bouza. Ela fica perto do centro e é uma das mais famosas por ali.

Você pode fazer um tour pela plantação, conhecer o processo de produção do vinho, visitar a sala de barris onde a bebida descansa e fazer todo o tipo de pergunta para a guia, que é muito bem preparada para receber os turistas.

A vinícola tem um museu de carros antigos, que é algo interessante, mas confessos que até agora não deu para entender os motivos pelos quais uma coisa se mistura à outra . . .Depois do tour, você pode almoçar por ali mesmo - recomendamos fortemente que faça isso. No cardápio, óbvio que a escolha é carne e o mais interessante é que você pode degustar alguns rótulos especiais da vinícola.

Montevideo em si é pequena. Os lugares clássicos para visitar são a cidade velha, a praça da Independência e o mercado agrícola. Fizemos um tour - no esquema pague o quanto quiser - caminhando por alguns pontos turísticos e foi bem interessante.

Um dos lugares mais interessantes do centro é o Museu Andes 1972, que conta a história daquele avião que caiu nos Andes no mesmo ano que batiza o museu. Além dos objetos históricos e originais, a dinâmica da visita é muito interessante, porque tudo é contado pelos próprios sobreviventes do desastre. Se você tiver sorte ainda pode bater um papo com o criador do museu, que foi extremamente simpático conosco e fez praticamente uma visita guiada.

Ficamos hospedamos no Ibis, bem em frente às Ramblas. E, sem querer, nosso quarto tinha a melhor vista para o pôr do sol, o que foi um espetáculo à parte todos os dias.

Perto do hotel também descobrimos um restaurante chamado La Cocina de Pedro, com uma parrila logo na entrada. Normalmente nem estamos com tanta fome assim no jantar, mas o cheiro da carne é irresistível. Tivemos uma experiência muito legal, desde a entrada, passando pelos pratos até os vinhos e sobremesa.

Extremamente turístico, mas fortemente recomendado por todo mundo é o Mercado do Porto. Almoçar ali é praticamente obrigatório para qualquer turista que visita a cidade. A oferta de restaurantes é bem grande, e acabamos optando pelo El Palenque, um dos mais tradicionais. Carne e vinho incríveis e, mesmo sendo super turístico e cheio, vale a visita.

Apesar de estarmos na cidade do vinho, o Cesar havia feito contato com o pessoal de uma cervejaria artesanal para uma visita. A Mastra é uma das pioneiras no país e demos a sorte de sermos recebido por um brasileiro que trabalha por lá.

Conhecemos as instalações e degustamos as cervejas. Apesar de ser no esquema do faça você mesmo, as cervejas estavam incrivelmente boas. Lembrando que para fazer a visita é necessário escrever com antecedência e agendar data e horário. Mas, caso você não queira conhecer a fábrica, é possível encontrar os rótulos da Mastra em alguns pontos espalhados pela cidade.


Comentários

Este post ainda não recebeu nenhum comentário. Seja o primeiro!

Comentar