Menu
 


Banner
Viagem para Islândia: dia 7
Publicado em: 22/06/2018

Começamos o dia com muita estrada e muita neve.

Saímos do sul rumo ao norte e seguimos por uma via secundária muito bonita. Vimos até um grupo de alces, mas a neblina e a neve atrapalharam a foto.

Chegamos à região do Lago Myvatn e a primeira parada foi para ver as crateras vulcânicas de Krafla e Viti, mas estava nevando e não conseguimos caminhar até esses pontos. Esse local tem uma atividade vulcânica bem intensa e existe uma usina de geração de energia, o que tira um pouco o charme. O cheiro também não é dos melhores devido a intensa liberação de gases.

Logo ao lado está Namafjall, um campo de atividade vulcânica. O trecho permitido para caminhadas é bem delimitado e é possível ver vários pontos de lava fervendo e buracos expelindo vapor. A cor da montanha é linda por causa da diferente quantidade de minérios.

Almoçamos no Vogafjos, talvez o restaurante mais exótico que já comemos. Ele fica numa fazenda com criação de ovelhas e vacas. O salão do restaurante fica bem ao lado do criadouro das vacas, então a gente pode comer olhando para elas. Todos os ingredientes vêm da própria fazenda, como manteiga, queijos, pães e carnes. Comemos uma muçarela produzida com o leite das vacas que estavam ao nosso lado e tomamos uma sopa de carneiro deliciosa.

Visitamos Dimmuborgir, local com muitas formações de lava. É possível escolher entre trilhas cuja duração varia entre 15 minutos à 2 horas. Fizemos uma trilha mais curta porque ainda iríamos subir no extinto vulcão cuja explosão deu origem a Dimmuborgir.

Último esforço do dia foi a escalada da cratera Hverfjall. A subida tem exatos 452 metros, mas é uma caminhada bem difícil ainda mais depois de um longo dia com muitas paradas. O diâmetro total é de 3,2 quilômetros, mas não demos a volta inteira. De qualquer maneira vale muito a pena, pois lá de cima da para ver toda a região do lago. É possível ver o lago, várias crateras menores, Dimmuborgir e o vapor da piscina natural.

A piscina natural de Myvatn foi nossa última parada do dia porque seria a maneira ideal de terminar o dia relaxando. Conhecida com Myvtan Baths, a cor da água é linda e o contraste da temperatura externa de 0ºC e da água de 40ºC foi uma delícia.

Nos hospedamos no Foss Hotel Myvatn, charmosa rede de hotéis islandeses. Como falamos no outro post (clique aqui para ver) esse hotel também é lindo, com um quarto muito confortável e a comida uma delícia.


Comentários

Este post ainda não recebeu nenhum comentário. Seja o primeiro!

Comentar