Menu
 


Banner
Dicas para usar o celular no exterior
Publicado em: 04/03/2015

Uma cena muito comum no exterior é ver brasileiros chegando aos lugares - hotel, restaurante, bar etc - e, antes de qualquer coisa, perguntarem a senha do wifi. Somos realmente muito conectados e durante as viagens isso se intensifica, seja para publicar uma foto ou falar com familiares, o fato é que queremos usar a internet o tempo inteiro. Habilitar o roaming internacional da sua operadora é uma alternativa, mas com certeza não é a mais barata nem a mais confiável, porque considerando a qualidade do serviço que é oferecido no Brasil, não dá para achar que tudo vai funcionar maravilhosamente bem.

Para ficar conectado o tempo inteiro e não gastar rios de dinheiro, a dica é comprar um chip pré-pago na cidade onde você estiver. Caso o seu celular seja desbloqueado, não terá nenhum problema em fazer a substituição e começar a navegar assim que sair da loja da operadora. Praticamente em todos os países você encontra essa opção de chip com planos, bem atrativos do ponto de vista financeiro, para usar durante o período que estiver naquele local.

Já fizemos isso nos EUA, Suíça, Alemanha, Portugal e Marrocos. Em todos, contratamos planos somente de dados e pagamos apenas para a quantidade de dias que passamos no país. Em Portugal, por exemplo, utilizamos chips da Vodafone por 15 Euros para o equivalente a 30 dias de uso e sem limite de utilização. Considerando a cotação do Euro, digamos que gastamos 50 Reais por um mês, ainda que a gente tenha ficado menos tempo por lá.

Se tivéssemos optado pela nossa operadora no Brasil, o custo seria de 120 Reais por quatro dias, com um limite de 10MB diários antes de a velocidade de navegação ser reduzida. Tim, Oi, Claro e Vivo cobram em média R$ 29,90 por dia para o cliente usar a internet no exterior. Algumas sem limite e outras informam que a velocidade será reduzida após atingir um determinado número.

Em alguns casos, como nos EUA, compramos um chip da T-Mobile para sete dias de uso por 15 dólares e, além da navegação ilimitada em 4G, ganhamos 100 minutos para ligações locais, o que é bem barato considerando os valores de planos pós-pagos no Brasil - em média R$ 90 mês com alguns minutos e dados limitados.

Quando você estiver com uma viagem programada, dê uma olhada em quais são as principais operadoras do país de destino e escolha aquela que parecer mais interessante, tanto em cobertura quanto em valor - estas informações geralmente estão disponíveis nos sites.

Outra dica para ganhar tempo: na maior parte dos aeroportos há lojas das empresas de telefonia móvel com os chips pré-pagos à venda, portanto, antes mesmo de ir para o hotel, você já pode estar navegando à vontade.


Comentários

Este post ainda não recebeu nenhum comentário. Seja o primeiro!

Comentar