Menu
 


Banner
Está no exterior? Vá ao supermercado
Publicado em: 10/03/2015

Uma das coisas que a gente mais gosta de fazer quando estamos no exterior é entrar em supermercados. Um dos motivos é ficar espiando os produtos diferentes e bacanas de cada lugar, mas a grande sacada é comprar algumas coisas para fazermos a famosa noite do petisco.

Temos por hábito, inclusive no Brasil, jantar queijos, embutidos e pão uma vez por semana, e fazer isso no exterior é super divertido e gostoso - além de ser bem mais barato do que comer em um restaurante -, principalmente pela qualidade que conseguimos encontrar. Basta escolher alguns queijos e embutidos, comprar um bom pão fresco e vinho ou cerveja, para fazermos a festa no quarto do hotel mesmo. É sempre um desperdício, porque toda vez compramos muito mais do que podemos comer, pelo simples fato de querermos experimentar tudo.

O bacana da visita ao supermercado é que cada país tem suas especialidades e acabamos aprendendo muito da cultura local nessas visitas. É sempre interessante ver os moradores fazendo compra, porque podemos observar um pouco do estilo de vida de cada um, o que diz mais sobre um país do que muitas outras coisas.

Whole Foods
Em New York, sempre vamos ao Whole Foods, cujas prateleiras são repletas de produtos orgânicos locais, tudo sempre muito fresco. Quando dizemos tudo, é tudo mesmo, desde produtos de limpeza até a cerveja. Podemos passar horas entre os corredores tentando escolher o que vamos comer. Uma boa dica é montar uma cesta de pic nic e passar a tarde no Central Park. Vale um parêntese para a quantidade de cervejas artesanais oferecidas. Para quem gosta, o supermercado é literalmente um paraíso, com garrafas das principais cervejarias estadunidenses que não são encontradas no Brasil, como Dogfish Head, Stone, Allagash, entre outras.

Coop
Já na Suíça, visitamos a rede Coop - dominante e onipresente em praticamente todas as cidades. Há quem diga que, por ser um país muito caro, a rede cresceu graças aos turistas, que vão até as lojas para comprar comida, já que almoçar e jantar fora é para poucos. No mercado dá para aproveitar as especialidades locais, chocolates e queijos, e comprar lembranças para a família toda. Tem chocolate de todos os tipos, tamanhos e sabores. Escolhemos marcas que não são vendidas no Brasil, e saímos de lá com mais de três quilos de chocolates em sacolas. Também aproveitamos para comprar queijos e pães frescos para o jantar. Para acompanhar, sempre escolhemos vinhos e cervejas dos países que estamos visitando, e não foi diferente na Suíça.

Carrefour
Ah, a França! Mesmo sendo o Carrefour vale dizer que é impossível comparar com as lojas brasileiras da rede. Supermercado na França é um dos mais gostosos que já visitamos: o cheiro do pão é irresistível e a gente acaba comprando tudo: brioche, baguete, pain au chocolat, croissants e por aí vai. Daí também tem os queijos e embutidos de todos os tipos. Para nós é um verdadeiro paraíso. Aproveite também para comprar temperos, tudo de ótima qualidade e super barato em comparação com preços do Brasil. Sempre compramos sal de camargue, ervas e o favorito da Silvia: baunilha.

Kaufland
Na Alemanha fomos ao Kaufland. Neste dia estávamos exaustos e não queríamos sair para jantar, por isso resolvemos visitar o supermercado bem do lado do hotel que ficamos em Heidelberg. Para o César foi como entrar num parque de diversões, graças à quantidade de cervejas e embutidos. Foi uma tarefa árdua - mas bem gostosa - escolher o que levar. Acrescentamos pães, vinho e ainda levamos brownies para a sobremesa. Sobrou comida para uns três dias...

Borough Market
Este não é um supermercado, mas vale estar na lista. Fica em Londres e é frequentado por hipsters e idosos atrás de produtos frescos de pequenos produtores dos arredores da cidade. Ali é o paraíso da comida, tanto para provar no local quanto para levar para casa. Fomos em dezembro e o clima estava super londrino: garoa fina ininterrupta e um frio de congelar, por isso, a Silvia tomou um chocolate quente e comeu uma raclette quase tão boa quanto à suíça. O Cesar optou por um pão com bacon e café - o verdadeiro café da manhã dos campeões. Para finalizar ainda provamos um cookie gigante feito com três tipos de chocolate. Para trazer para o Brasil, compramos queijos e embutidos - cujos aromas a gente lembra até hoje.


Comentários

Este post ainda não recebeu nenhum comentário. Seja o primeiro!

Comentar