Menu
 


Banner
Curitiba: 3 lugares para comer e beber
Publicado em: 03/11/2015

Nossa passagem por Curitiba foi bem rápida e não conseguimos explorar muitas opções gastronômicas da cidade. O grande destaque foi o restaurante da chef Manu Buffara, que vamos escrever um post só para ele, porque merece. Tirando este jantar, conseguimos visitar três bons lugares para comer – e beber – na capital paranaense.

Hop'n Roll
Este é o principal destino cervejeiro de Curitiba. São 32 torneiras com chopes, principalmente locais, e preços bem convidativos, sobretudo para quem está acostumado com São Paulo. Uma ideia para comparação: um half pint da Way Avelã Porter, por exemplo, custa R$ 8. Quem conhece os bares cervejeiros paulistas sabe que é bem difícil tomar uma cerveja por este preço.

Além dos preços, o Hop'n Roll bomba de gente. Ao menos no dia em que estivemos lá, uma quinta-feira à noite, o lugar estava lotado, com espera e tudo o mais. Conseguimos uma mesa até que rápido e começamos as degustações.

Tomamos: Pagan Ipa (uma boa India Pale Ale inglesa), Maniba Black (IPA Black produzida no próprio bar), Perro Libre APA (muito boa), Swap Hop Bit (também de Curitiba) e a Karel IV (da cervejaria Dum, também da cidade). Em geral, todas estavam muito boas.

Como muitos bares cervejeiros, o forte realmente é a bebida. A comida, basicamente porções e hambúrguer, não era nada demais, mas também não importa: com uma oferta tão boa de chopes e um preço tão convidativo, a comida é o de menos.

Vale a visita com certeza.

Restaurante Farnel
Belíssima surpresa que descobrimos sem querer. Andando pelo centro da cidade, procurando um lugar para comer, o predinho antigo chamou a atenção e resolvemos arriscar – ainda bem. O lugar é especializado em gastronomia paranaense, com barreado, paçoca de carne e feijão à moda tropeira.

Nossas opções foram justamente essas: paçoca de carne e o feijão à moda tropeira. O primeiro é uma mistura de carne bovina com farinha acompanhado de banana grelhada e mousseline de abóbora. A combinação é muito bem feita e o prato é delicioso.

O feijão não tem como dar errado, né? Feijão, farinha, lombo de porco, linguiça, ovo frito, couve e laranja são os ingredientes. Precisa dizer mais? Comida extremamente saborosa e bem feita.

De sobremesa optamos pelo principal da casa: um bolo de chocolate servido com sorvete de nozes e cobertura de chocolate. Tudo muito bem feito e com um sabor incrível.

Para acompanhar tudo isso, você tem opção de tomar as cervejas locais da Gauden Bier, da Wensky e da Klein.

O Barba
Depois de beber o dia inteiro no Beer Train (clique aqui para ler mais), optamos por um jantar mais leve n'O Barba Hamburgueria. O lugar estava super cheio e cumpre bem com a proposta: servir hambúrguer para o público mais moderno, digamos. Praticamente 100% da equipe é tatuada e cheia de estilo, assim como o ambiente. As opções são hambúrgueres com os acompanhamentos mais tradicionais (queijo, bacon, cebola caramelizada, entre outros) servidos com batata frita e boas opções de chopes locais para beber.

O sanduíche é saboroso, com a carne bem temperada, e preços também menores comparando com São Paulo. A média de valor é de R$ 15 por um sanduíche, preço que em São Paulo nem em food truck você encontra.

Se estiver procurando um lugar mais simples, com gente jovem e bonita, O Barba é uma ótima opção para um sábado à noite.


Comentários

Este post ainda não recebeu nenhum comentário. Seja o primeiro!

Comentar